Onde apostar em jogos de futebol

20.3 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 12 junho, 2022
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIAEspecialistas defendem proteção de dados processados por inteligência artificial

Especialistas defendem proteção de dados processados por inteligência artificial

A comissão de juristas que analisa os projetos de lei sobre inteligência artificial (IA) retomou nesta sexta-feira (10) o seminário internacional com a participação de especialistas na área. Durante a manhã, eles analisaram os temas de proteção de dados e técnicas regulatórias baseadas em risco. Os painéis sobre mercados e sistemas de responsabilização, previstos para começar às 14h, serão transmitidos pelo canal da no YouTube. O seminário (9).

O debate sobre proteção de dados e regulação de IA começou com a apresentação de Gabriela Zanfir, representante do Future of Privacy Forum (Estados Unidos). Para ela, o processamento automatizado de dados pessoais deve ser desenvolvido “para servir à raça humana”.


--Continua depois da publicidade--

— O que isso quer dizer? A meta da proteção de dados é garantir que a informação relacionada ao indivíduo seja coletada e utilizada a partir de meios automatizados e algorítmicos de tal forma que todos os seus demais direitos fundamentais sejam protegidos. Precisamos proteger esses dados pessoais. Mesmo que decisões automatizadas atuem em larga escala, é preciso assegurar que essas decisões sejam tomadas de forma justa. Que as liberdades pessoais sejam protegidas, como o direito a privacidade, segurança, não discriminação e liberdade de reunião — afirmou.

Professor da Universidade Politécnica de Turim (Itália), Alessandro Mantelero destacou a importância de uma abordagem de proteção de dados baseada em riscos. Ele afirmou que ferramentas de coleta e processamento de informações pessoais não podem sobrepor o interesse econômico aos direitos individuais.

— A avaliação de risco significa que você precisa avaliar o risco antes que ele ocorra. É preciso desenvolver uma inteligência artificial que seja orientada e motivada pelos direitos humanos. O interesse meramente econômico não pode prevalecer sobre a proteção de dados pessoais. É um tipo de hierarquia entre os interesses. Não quer dizer que você não pode fazer negócios ou não pode ter proteção de interesses econômicos. Mas o foco deve ser os direitos humanos — argumentou.

A advogada Teki Akuetteh Falconer, da Africa Digital Rights’ Hub (Gana), alertou para uma série de “lacunas e questões éticas” que precisam ser consideradas no desenvolvimento de ferramentas de IA. Ela defendeu a atuação conjunta de especialistas de várias áreas para que direitos individuais sejam assegurados.


--Continua depois da publicidade--

— Talvez haja lacunas com relação a direitos econômicos e com relação a discriminação também, o que nos demanda a construção de estruturas. É preciso trazer engenheiros e especialistas em privacidade e em direitos humanos. Vamos precisar trazer os especialistas de inteligência artificial, de forma a sermos capazes de construir uma estrutura dedicada para lidar com os desafios neste momento. Precisamos compreender o ecossistema dentro de nossa jurisdição — disse.

O debate contou ainda com a participação de Robin Wetherill, representante da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos. Ela sublinhou que o avanço da tecnologia observado nas últimas décadas precisa ser acompanhado de medidas de moderação que protejam consumidores e crianças, por exemplo.

— Desenvolvemos recomendações para que os desenvolvedores tenham em mente a segurança de proteção de dados para determinar quando manter e quando se livrar de uma informação. É preciso considerar a sensibilidade da informação na hora de se desenvolver produtos de reconhecimento facial e serviços relacionados, por exemplo. O relatório recomenda que sinais digitais que utilizam reconhecimento facial não devem ser aplicados em locais onde crianças de reúnem. Eles não podem coletar dados faciais de crianças — mencionou.

Técnicas regulatórias

O painel sobre técnicas regulatórias e abordagem baseada em risco começou com a apresentação de Eike Graf, representante da Comissão Europeia. Ele defendeu que a legislação aplicada sobre direitos fundamentais seja estendida à gestão de dados por meio de inteligência artificial.

— Se já existem algumas regras, devemos trazer adendos a elas. Regras trabalhistas e leis do consumidor são relevantes para a utilização em sistemas de inteligência artificial. O uso de um sistema de IA está sujeito a direitos e obrigações. Se houver algum problema na utilização de tecnologias, deve-se evitar a prática, se necessário. Os direitos que temos para proteger os direitos fundamentais obviamente continuam a ser aplicados em diversas outras instâncias. A questão é onde devemos, devido à opacidade ou à complexidade, fazer um esforço extra para manter os direitos que já estão dispostos, assim como propor deveres extras — sugeriu.

Para Pam Dixon, fundadora do World Privacy Forum, o mundo assiste a uma aceleração em temas como inteligência artificial e machine learning — campo da engenharia que estuda o aprendizado automático de certas rotinas por máquinas e computadores. Ela defendeu um sistema regulatório específico para dar conta desse novo cenário.

— O mundo diante de nós é outro, totalmente diferente de dez anos atrás. Ao pensarmos sobre regulações para esses sistemas, pensamos que são sistemas visíveis para nós. Porém, cada vez mais estamos indo em direção a um mundo em que eles não serão apenas invisíveis. Eles serão como os encanamentos das casas: você sabe que está lá e você consegue ligar a torneira. Mas você não vai necessariamente conseguir ver os canos. Estamos seguindo rapidamente para isso. Quando isso acontecer, será necessário um controle regulatório distinto — afirmou.

O seminário contou ainda com a participação de Courtney Lang, representante do Conselho Industrial de Tecnologia e Informação (ITI) com sede nos Estados Unidos. Ela defendeu que os critérios usados para a definição de situação de risco no processamento de dados pessoais por meio de inteligência artificial sejam definidos em conjunto por governos e empresas de tecnologia.


--Continua depois da publicidade--

— Os riscos precisam ser mitigados para o uso específico da IA. Isso ajudará a evitar resultados indesejados. Devemos trabalhar com acionistas e olhar quais seriam os maiores riscos para aplicação dessas regulamentações. Seria, claro, papel do governo estabelecer essas regras, mas também dos acionistas, que devem decidir o que seria um sistema de alto risco em inteligência artificial — afirmou.

A comissão temporária de juristas foi criada no Senado por ato do presidente da Casa, senador Rodrigo Pacheco. Formado por 18 especialistas, o colegiado tem até agosto para sugerir uma minuta de substitutivo para reunir os Projetos de Lei (PLs) , e . As matérias estabelecem princípios, regras, diretrizes e fundamentos para regular o desenvolvimento e a aplicação da inteligência artificial no Onde apostar em jogos de Onde apostar em jogos de futebol.

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

NO TATAME
Campeonato de Karatê movimenta academias em Lucas do Rio Verde
junho 12, 2022
PRIMEIROS TRÊS PONTOS
Luverdense vence de virada e assume liderança do grupo A do Estadual Sub-20
junho 12, 2022
Lucas do Rio Verde
Cultura reúne professoras para capacitação em contação de histórias
junho 11, 2022
PREVENÇÃO
Aumento de casos de Covid em Lucas do Rio Verde leva escolas da rede estadual a adotarem novamente o uso de máscara
junho 11, 2022
| Bundesliga | | como ganhar dinheiro em casa | | Dicas de apostas de futebol | | Site de aposta de jogos | | Formas de ganhar dinheiro online | | Variação odds futebol | | Apostas Online Futebol | | Jogos ao vivo da Premier League | | Apostas cassino | | Software roleta grátis | | Loteria de futebol | | Melhores sites de apostas de futebol online 2022 | | Apostas de futebol | | Formas de ganhar dinheiro online | | Apostas Galgos | | As apostas mais confiáveis na loteria | | Apostas de futebol do São Paulo | | Jogo do galo | | Brasileiro Série A | | Apostas em tempo parcial | | Caça-Níqueis Online | | Brasileiro Série A | | Jogo do flamengo | | Dicas de apostas de futebol | | Formas de ganhar dinheiro online | | Jogue roleta online | | Cassino Online | | Apostas Esportivas | | Formas de ganhar dinheiro online | | AFUN - Melhor site de apostas esportivas |